Would you believe me when I tell you, you're the queen of my heart?

terça-feira, 14 de dezembro de 2010


"Se você soubesse como gosto de suas cheganças, você chegaria correndo todo dia."


Chico Buarque de Holanda
Eu queria aquela musiquinha...
mitibinho tumi kone, sabukito....
Você é a escada da minha subida,
Você é o amor da minha vida.. ♪




só uma besteirinha mesmo. :)

Conversas descartáveis

(...)

Ela:
vamos excluir o criei?

O narrador:
pq?

Ela:
porque nem usamos mais

O narrador:
que que tem
deixa lá
não tá encomodando

Ela:
ai
chato
tá.
tá comendo o que?

O narrador:
não é porque tu não usa uma coisa que vais excluir ela
tem estórias lá
bolachinhas esmagadinhas com leite
e nescau
e porque tu quer excluir?
ann!?

Ela:
ai
ruim.
ai
era só por isso

O narrador:
bem bom

Ela:
porque não usamos

O narrador:
comidinha de neném
e daí se não usamos
olha quanta coisa tem escrita...

(...)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Me sentindo

Tudo o que está cheio pode transbordar, mas também pode esvaziar do nada.
O que está vazio também pode transbordar, mas de uma maneira diferente, acho que até pior.

Prefiro estar cheia do que vazia, o vazio é triste, é solitário e machuca a gente, é injusto,
é cruel. Ou prefiro as vezes ficar pela metade? Não gosto do que é meio, gosto do completo.

Me entendem? Me sentem? Você ainda me sente?

Hoje não me sinto como ontem, não me sinto cheia, não me sinto vazia, e não quero me sentir pela metade. Isto é estranho, não acha? Não saber o que se sente, não saber como mudar.

Não consigo mudar os que estão próximos de mim, então assim, não consigo me mudar. Ou será ao contrário?

Está chegando ao fim, ou a um novo começo? Não me entendo!
As coisas acontecem de uma maneira incontrolável, não podemos domar nossos sentimentos.

Eu te amo.

Não posso domesticar meu coração e te entregar assim, tens que domar ele pra mim,
e depois me ensinar, me ensina?

Vou comer alguma coisa, beber, deitar no sofá, ver TV e te esperar até a meia noite.
No mesmo lugar de sempre, espero que seja doce e gentil.


Eu serei.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

É aniversário do meu amore



Parabéns a você
Nessa data tão especial
Muitas, mas muitas felicidades
Muitos, mas muitos anos de vida
É pique é pique é pique é pique é pique (dos baixinhos)
É hora, é hora, é hora, é hora, é hora
É XU - XA

EEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEBA...

dhasiudhaisuhdiuashd
A Xuxa não poderia faltar né.

Feliz Aniversário Amor

Hoje vai ser uma festa
Bolo e guaraná
Muito doce pra você
É o seu aniversário
Vamos festejar
E os amigos receber
Mil felicidades e amor no coração
Que a sua vida seja sempre doce e emoção
Bate, bate palma que é hora de cantar
Agora todos juntos vamos lá
Parabéns
Parabéns
Hoje é o seu dia
Que dia mais feliz Parabéns
Parabéns
Cante novamente que a gente pede bis
É big, é bigÉ big, é big, é big
É hora, é hora
É hora, é hora, é hora
Rá ti bum

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

O re-aparecimento oficial de Touro

Foste correr?
Que horas chegou?
Encontrou alguém?
Alguém te ligou?
Recebeu alguma visita?
Tais em casa?

Perguntas como essas não serão mais feitas por mim.
Parei .
Que mania de perseguição que eu tenho.
Sabes o que deve ou não fazer, e o que deves ou não me contar.

Estamos sujeitos a tudo e a todo tipo de ação e informação.

Hoje mal nos falamos, nem nos vimos direito na can, nem me deixaste nada escrito.
Estou sem saber do seu paradeiro.

Não vou te ligar. Não mesmo.

Ficarei aqui, com legião e lágrimas.
Louco pra saber todas as respostas das perguntas relatadas a cima.
Mas me segurarei, e fingirei ser forte.

Não estais aqui por algum motivo, pois sabes dos teus compromissos.
Desta vez não usei Sinatra na minha redenção lagrimesca, mas sim a melancolia de Renato.

Tenho milhões de coisas pra fazer, e não consigo nada, provavelmente não farei nada hoje.
A lua parece um queijo, touro voltou a aparecer, e escorpião se escondeu, iluminado pelo sol.

Estou tão dependente de ti que vou deixá-la mais livre, sem perguntas. Fingirei não me importar e não querer saber. Já disse isso uma vez, e não cumpri muito bem.

Mas alguma coisa aconteceu, está tudo assim tão diferente.
Mexeram novamente no universo.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Lugares Proibidos



Eu gosto do claro quando é claro que você me ama
Eu gosto do escuro no escuro com você na cama
Eu gosto do não se você diz não viver sem mim
Eu gosto de tudo, tudo o que traz você aqui
Eu gosto do nada, nada que te leve para longe
Eu amo a demora sempre que o nosso beijo é longo
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby, com você já, já...

Mande um buquê de rosas, rosa ou salmão
Versos e beijos e o seu nome no cartão
Me leve café na cama amanhã
Eu finjo que eu não esperava
Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor
Eu finjo que eu não esperava

Eu gosto da falta quando falta mais juízo em nós
E de telefone, se do outro lado é a sua voz
Adoro a pressa quando sinto
Sua pressa em vir me amar
Venero a saudade quando ela está pra terminar
Baby com você chegando já...

Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem datas
Chega mais cedo amor
Eu finjo que eu não esperava...



Adoro essa música, diz várias coisas, simplesmente maravilhosa!
Ainda mais na voz da querida Adriana Calcanhoto.
Ofereço ao meu amor.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Corpo e Alma

Ela se entregou a ele de corpo e alma,
no príncipio era mais corpo do que alma,
mais carne, calor, prazer, sexo..
Ele aceitou bem a proposta, e aceitou bem o corpo.

Tudo começa assim, primeiro a carne, depois o espírito, e depois o Todo.

Eles se desejavam, se enrolavam, se soltavam e se prendiam denovo.
Ele era livre, voava por ai como um pássaro. Ela de certa forma também era livre,
mas voava por ai menos que ele.

Ele conhecia as malícias do mundo, já tinha experimentado algumas.
Ela achava que conhecia as malícias do mundo, mas também não era ingênua.

Mas ambos eram parecidos em uma coisa: Queriam alguém, mas tinham medo do que poderiam sentir.

Resolveram arriscar, um salto no escuro, quebraram a cara algumas vezes, voaram pra outros lados, mas acabaram se encontrando na hora certa.

Então já não era mais corpo, já começava a ser alma, espírito, coração, vida. Já era o Todo!

A razão e a emoção se juntaram em uma harmonia agradável, não perfeita, porque tudo que é perfeito enjoa, cansa.




E assim eles continuaram, naquela imperfeição harmoniosa que os prendiam.

Can't Stop loving you - Van Halen


Tradução:

Não consigo deixar de te amar

Há um tempo e um lugar para tudo,
Para todos
Nós podemos empurrar com toda nossa força,
Mas não adiantará,

Oh, não, nada mudará
E se eu lhe pedisse para não tentar,
Você deixaria assim?
Eu quero te abraçar e dizer

Nós não podemos jogar tudo isso fora
Diga que você não vai partir,
Não vai partir
Você tem que me ouvir dizer

Eu não consigo parar de te amar
E não importa o que eu diga ou faça
Você sabe que meu amor é verdadeiro,
Eu não consigo parar de te amar

Você pode mudar seus amigos,
Seu lugar na vida
Você pode mudar sua mente
Nós podemos mudar as coisas que dizemos,
E fazemos qualquer hora

Oh, não, mas eu acho que você descobrirá
Que quando você olhar pra dentro do seu coração
Baby, eu estarei lá
Sim
Agüenta aí.
Tô agüentando,
Baby, Apenas venha,

Venha, venha...
Eu só quero ouvir você dizer
Eu não consigo parar de te amar
E não importa o que você diga ou faça
Você sabe que meu amor é verdadeiro,

Eu não consigo parar de te amar
Eu estou tão confuso e cansado
E tudo o que eu lembro
É, como nós tentamos tanto
Apenas para acabarmos nos rendendo

E quando acabar
Eu sei como vai ser
E o amor verdadeiro nunca morre
Oh, não se apagará

Eu não consigo parar de te amar
E não importa o que eu diga ou faça
Você sabe que meu amor é verdadeiro,
Eu não consigo parar de te amar

E eu sei o que eu tenho a fazer
Hey Ray, o que você disse é verdade
Eu não consigo parar de te amar
Eu não consigo parar de te amar

PS: Essa música é clássica, e ótima para afirmar algumas coisas.

Red Love


PS: Achei sugestivo com o 'momento'.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Felicidade cintilante!

Uns tempos atrás...


E brilha o dia mesmo com essa chuva e esse frio, há uma cor diferente no ar.
Não, não há nada diferente no ar não, o que está diferente sou eu, eu estou sentindo isso.
É aqui dentro, em mim, e ninguém vê. Não quero compartilhar com alheios.
Sou egoísta, e isso é só meu. Mas obviamente tem um motivo (pessoa) pra eu ficar desse jeito.
Não sou mais egoista, agora passou a ser nosso, é nosso! Acredita nisso?
Você passou por aqui e deixou isso aqui comigo, e eu guardei.
Está guardado num lugar bem escondido, bem quentinho, para que isso possa ser conservado,
com muito carinho, pra durar bastante tempo.
Felicidade cintilante!
Estou anestesiada com isso, você está sentindo o mesmo?
E brilha o dia mesmo com essa chuva e esse frio, há uma cor diferente no ar.
Agora sim, tudo está diferente no ar, e não precisamos dizer a ninguém, é só nosso.
Vamos ser egoistas um pouco, só agora, não amanhã, nem depois. Vamos ser egoistas agora,
ou amanhã, ou depois.
Vamos ser juntos, porque isso que está aqui, nós fizemos e só depende de nós...

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Alguns sentidos

Reconheço também que abandonei as postagens e tudo mais.
Não porque eu não tenha o que falar ou porque tenha perdido o interesse,
apenas estou passando por uma fase de mais responsabilidades, outras ocupações e tal..

As vezes, sinto também, que não me dedico totalmente pra ele, não, na verdade eu me dedico,
mas no fundo acho que não é o suficiente, sabe?!
Espero mais de mim, relacionada á ele, espero fazer muito mais por nós dois.
Quero dedicar o meu tempo para o nosso relacionamento, que eu prezo muito, e trato com os maiores cuidados.
Mas agora, estou pensando no nosso futuro, preocupada, ansiosa! Não sei exatamente o que pensar,
sei que quero estar junto com ele.

Tomara que essa fase passe rápido, que tudo dê certo para continuarmos fluindo como agora,
com carinhos, beijos, abraços, palavras bonitas, isso é o que eu mais necessito agora, porque a cada momento como esse, quando não tenho certeza de nada, vem ele e me mostra que no fundo eu tenho certeza de tudo, e me faz ver que são tudo pequenas coisas e tudo deve passar, ele sempre diz isso, nos momentos mais difíceis, e sempre é verdade. :)


Amor, precisamos nos manter unidos, mais do que nunca, sempre.
Preciso de você em todos os momentos, para me completar, para me sentir viva.
Te desejo mais do que nunca, e meu amor por ti cresce cada vez mais..
Cuidarei de ti sempre, pois é meu bebê, meu bem, meu lugar mais secreto onde me aconchego quando sinto medo, quando tenho dúvidas, quando quero fugir do mundo.
Sinto que estamos no lugar certo, no momento certo, e tudo tende a melhorar.

Te amo.

Bloqueio Criativo

Relato Não Numerado
Abandonei as postagens aqui por um tempo, por bloquei intelectual.
E ainda estou sem criatividade para divagar
uns algos sobre Ela, sobre mim, sobre nossos causos.
Mas ando tranquilo, cada vez mais certo de que a amo, e que viveremos por um longo tempo contínuo nessa linha tênue que balança mas não pára.
Um ano de namoro se aproxima, na real passamos seis meses nos conhecendo, e ficandinho. Depois levamos a sério, muito mais a sério do que se imagina. Caiu a minha ficha e admiti que a amava, e que Ela é parte essencial na minha vida. Sempre fui muito cabeça dura nas questões sentimentais, mas acho que ando mais molezinho, mais carente, mas precisando dela.
O mais incrível e maravilhoso é que tudo o que sinto é recíproco.
Por isso Amor, conto com sua lealdade, fidelidade, carinho, compreensão, paciência e transparência. Não esqueças que tudo que fazes volta três vezes pra ti.
PS: Desculpa se eu me repeti em alguns momentos, mas é que realmente me faltam espasmos criativos. Quando eles voltarem, devaniarei raciocínio letrísticos aos quatro ventos.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Tenho ele e é só meu...

Acho que tenho ele e é só meu, e eu sou só dele também.
É ele que me conhece melhor que os outros 'eles'.
É com ele que aprendi a viver e já faz parte de mim.
Ele que me fez sentir coisas que ninguém mais sente,
que ninguém é capaz de sentir.


É quem misturou todos os meus sentidos,
é quem fez eu sentir o sabor das cores,
o toque das flores, o cheiro do vento,
o calor do prazer.
É com quem não preciso fingir coisas que não sinto.

'De braços anêmicos,
pele branca,
cabelos encaracolados,
e sardas por todo o rosto'


É ele que eu quero tanto e não demonstro as vezes,
é ele sim!
E ele pode não ter toda a beleza do mundo para os outros,
mas em meus olhos,
em seus olhos,
vejo uma beleza estonteante,
que possui a beleza que vive em mim, vive em nós...


É ele que me machuca as vezes, me irrita, e me provoca uma raiva momentânea,
uma raiva que minto para mim mesma, por não resistir à ele, para provoca-lo...


É ele que eu machuco as vezes, que irrito, e que provoco uma raiva momentânea,
uma raiva que ele mente pra ele mesmo, por não resistir a mim, para provocar-me.


Mas sempre volto atrás, porque é ele que eu amo, mesmo dizendo apenas nas entrelinhas, mesmo não dizendo claramente,
porque sou boba,
sou realmente boba...


Mas fico verdadeiramente boba quando me encontro em teu olhar,
quando me toca,
quando me fala palavras aveludadas,
quando te sinto em mim.


Pois é, ele me tomou por inteira, e agora terá que me levar junto com ele...






Texto antiguinho, feito há uns tempos atrás, no começo.
Possui algumas modificações do original.
Mas são palavras expressantes que valem a pena,
sentidos meus relacionados a ele. :)

Preciso.

Isso é o que eu preciso de ti...
Sua presença que me embala e me leva pra outros mundos,

alguns abraços quentes,

beijos com um carinho de leve,

e coisas bobas pra provocar um sorriso...




Simples e indispensável.

Preciso dele

Eu preciso dele como quem precisa de um órgão para viver
sinto ele com uma força vital
até mais do que à mim mesma..

Toda manhã
quando eu acordo
penso em ir atrás dele
interromper seus sonhos
deitar ao seu lado
e sonha-lo...
Mas boto meus pés no chão
a realidade não me permite isso...

Todos os dias acordo cedo
certos pensamentos me impulsionam para ter coragem de enfrentar mais um dia...
Ele surge me minha mente em meio à todas as atividades que realizo..

Ele pôs um curativo em meu coração
redecorou todo o meu interior
não permitiu que eu voltasse a me ferir, ele não me feri mais...

Ele preencheu os espaços vazios

Um coração tão jovem, e tão completo! Magnífico!

E nem sei quanto tempo vai durar isso, mas hoje, não há nada melhor...

Aprecio


Eu aprecio ele,
respiro ele, eu sinto ele,

bebo ele, choro ele, mastigo ele,


sonho ele, assisto ele,
viajo nele...

E depois repito tudo outra vez..

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Palavras vagarosas

Pesadelos sonantes
Sincronizados constantes.
daqui pra lá, de lá pra cá.
Eu sinto, ela sente.
Me aperta a saudade,
e nela cria voz.
Nunca pensei que pudéssemos estar assim:
equalizados com o sentimento no volume certo.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Retalhos Musicais: Parte 2

1. Plantei uma flor, no coração dela...
2. Me vira de ponta cabeça, me faz de gato e sapato,

me deixa de quatro no ato, me enche de amor...
3. Faz parte do meu show, meu amooor...
4. Ei mulher, de você só quero amor...
5. Será que ela está me esperando, Eu fico aqui sonhando...
6. Nosso amor vale tanto (...)
7. Meu mundo você é quem faz; música, letra e dança...
8. Você é o meu máximo denominador comum.
9. Eu preciso dizer que te amo...
10. Eu perco o sono, lembrando cada gesto teu qualquer maneira...
11. Nada melhor do que não fazer nada, só pra deitar e rolar com você...
12. Eu te amo você, já não dá pra entender essa paixão...
13. Meu bem você me dá água na boca...
14. Vestindo fantasias, tirando a roupa...
15. Venha me beijar, meu doce vampiro...
16. Não lhe peço nada, mas se acaso você perguntar,

por você não há o que não faça...
17. Entre por essa porta agora, e diga que me adora...
18. Talvez porque você não esteja tudo lateja...
19. Me confessa que gostou do meu papo bom, do meu jeito são...
20. Meu bem qualquer instante que eu fico sem te ver

aumenta a saudade que eu sinto de você...
21. O nosso amor não vai parar de rolar, de fugir e seguir como um rio...
22. Rimas fáceis, calafrios; fura o dedo faz um pacto comigo...
23. Só meu sangue sabe tua seiva e senha...
24. Cavo e extraio estrelas nuas, De tuas constelações cruas...
25. Quero você como um credo, vamos nos dar privilégios...
26. Porque meu coração dispara, quando tem o seu cheiro...
27. Você tem um jeito sereno de ser...
28. Porque quando você me abraça, o mundo gira devagar...
29. Até parece que você já tinha o meu manual de instruções,

porque você decifra os meus sonhos...
30. Ahh o amor é mesmo estranho, ahhh eu amo eu amo...
31. Eu quero te roubar pra mim, eu que não sei fingir nada...
32. É dessas mulheres pra comer com dez talheres...
33. De quatro lado frente verso embaixo em pé...
34. Correr, revirar, retorcer, lambusar, e deixar o seu corpo tremendo, gemendo...
35. Quando pensao em alguém só pendo em você...
36. Nessa estrada cariada, só você é meio fio de luz...

37. Deixa que eu seja o céu. E receba o que seja seu,

Anoiteça e amanheça eu...

38. Entre as coisas bem-vindas que já recebi,

Eu reconheci minhas cores nela, então eu me vi...

39. E as coisas lindas são mais lindas, Quando você está...

40. Se duvidar, eu tenho mais de um mar de provas...

41. Pra falar a verdade já nem sei, quantas vezes sonhei

juntar teu corpo, meu corpo num corpor só...

42. Nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu possa tocar...

43. Se eu tivesse a força que você acha que eu tenho,

eu gravaria no metal da minha pele teu desenho...
44. Sem você tudo fica fora do lugar...
45. Ouça o que eu digo não ouça ninguém...
46. A medida de amar é amar sem medida...
47. Nós não precisamos saber pra onde vamos, nós só precisamos ir...
48. Esquecemos o que somos simples de coração...
49. Todo mundo tem um ponto fraco, você é o meu porque não...
50. Por você eu dançaria tango no teto, eu limparia os trilhos do metrô...

PS: Peço desculpas se repeti algum trecho,

é que são tantas músicas que me lembram ela,

me confundindo de quando em vez.

A formatação também é outra, algo mais misturante sem muitos detalhes.

O que importa é a intenção (clichê válido).

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

O medo
risos em silêncio
escondida,
- abraça em mim?
dormimos.
tão linda,
tão bom,
pra sempre!

Toda a infinitude temporal não é o suficiente para nos amarmos.
Eu quero mais!
fato.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sonhando acordada..

Você me vêm em sonhos,
de uma maneira quieta, rasteira..
e desliza em mim, e me suga por dentro,
e me arrepia!
Então, você foje silenciosamente
Abro meus olhos, mas eu não encontro nada..
E de repente você aparece ao meu lado,
e calmamente sorri balançando a cabeça,
me fazendo sentir que não era nada..
Eu, caída em seus braços,
me aninhando em seu fogo,
é a única maneira de aterrisar,
na fixação de me segurar em você,
Como eu sempre segurei, em meu medo..
Então você me envolve em seus braços.
Com você é tão extremo!
É um sonho perfeito, que eu amaria tocar o céu à noite com você.
Gritando para o céu,
para todos os deuses nos ouvir,
Girando até ficar tontos,
E beijar seu rosto, seu corpo, e te encher de amplexos amorosos..
E sonhar com todas as maneiras diferentes
de nos fazer brilhar.
Você... Suave e único.
Eu... ansiosa e boba.
Então me pega em seus braços
E me levanta como uma criança
E me segura tão alto que parece que realmente toco o céu!!
E me afogo dentro de ti.
Como você me enche de íntimos desvelos!!
Enquanto eu corro para ficar perto do seu coração,
que é só assim que me sinto completa, viva...

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Reações Dele

Muitas vezes, por diversos assuntos, ele tem certas reações que creio eu são desnecessárias.
É teimoso, ciumento e muitas vezes chega a ser venenoso, inventando estórias sobre mim e querendo que eu acredite nelas, como se fosse realmente verdade.
As vezes penso que ele faz de propósito, querendo sempre jogar tudo pra cima de mim e me fazer sentir culpada por coisas que não há culpado.
Se as vezes peço a ele que me deixe ficar em casa, é que realmente necessito, porque não me sinto bem para sair.
Sou menina moça, não sou independente ainda, gostaria de ser, para juntos fazermos várias coisas, até que fazemos bastante.
Me sinto triste com essas reações e por discutirmos tanto por coisas que não tem sentido.
Eu o amo, faço muitas coisas para agradá-lo, gostaria que me compreendesse algumas vezes.
Tento sempre agradar, as vezes cometo erros, mas nada é perfeito, e ele sabe.



Estou me sentindo frágil, só queria algumas palavras bonitas, ser bem tratada.
Espero que entenda e que não me trate com seu lado venenoso, e sim com o seu lado maravilhoso e carinhoso, que eu sei que tens.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Afirmativas Amorosas

Relato III
Paixão Continuada
Só pra dizer do enorme carinho que tenho por ti,
e que cresce a cada dia mais.
Penso várias coisas pra gente,
e espero poder demonstrá-las com o tempo.
E lembre-se sempre de tudo que eu faço
e me esforço para ter um carinho teu,
para receber,porque é o única coisa
que me importa, não dúvide disso.
E acredite em minhas palavras,
que são do mais profundo do meu coração.
Aqui nada funciona, nada dá certo,
quando sei que aí também não dá.
Amo-te sempre, tua presença ilumina minha alminha!
Beijos pessoa irritavelmente amável, e somente minha!

Reciprocidade Combinativa

Relato XIX
Relação Recíproca

Eu, O Narrador, nunca tinha me envolvido com alguém que desse tão certo assim. Um relacionamento tão saudável onde eu faço 'coisas' e Ela também faz 'coisas'. Não temos vergonha de nada, damos tão certo que até me assusto. As outras estórias nas quais narrei sempre foram conturbadas, e eu era o apaixonado idiota que era sempre feito de bobo, ou eu nunca estava muito afim e apenas curtia outrem.
Mas agora é diferente, eu curto, tenho vontades, penso num futuro, tento melhorar (ela e eu, logicamente) sempre penso em coisas diferentes para fazer. Mas nem tudo sempre é um mar de rosas, como qualquer outra coisa. Sou ruim, teimoso e rancoroso, guardo tudo aqui. Prezo muito mais a lealdade do que a fidelidade. Ambas são de extrema importância, mas a lealdade mexe com meu ego, e é um principio básico de um relacionamento.
Então não pense em me trair de nenhum jeito, fisicamente ou com palavras, as palavras machucam mais, e estremessem muito qualquer tipo de sentimento, assim como a traição física, que prova definitivamente que não precisas estar em um relacionamento, se desejas outra pessoa.
Digo para pensar muito bem antes de qualquer atitude, e cuidado, não faça nada que eu reprove, pois sabes o que não gosto, e não adianta insistir e dizer que não tem nada a ver, porque tem: A lealdade está em risco com essas pequenas conversinhas, e sorrisinhos...
Cuidado se não você dança!

Des - Funções Relacionamentistas

Relato XVIII
Teste de compreensão

Sem dúvida o que mais aprendemos
com um relacionamento a dois é: compreensão.
O namoro é um teste,
ambas as partes ficam se testando sempre,
tentando achar falhas e aberturas secretas.

É muito difícil manter um relacionamento,
com intimidade, carinho, confiança, humor...
Muitos desistem muito antes de terem tentado,
afinal dar nossa liberdade para alguém não é uma simples tarefa.

Passamos por muitas coisas, o ciúme aumenta,
muitas vezes se torna neurótico,
mas se não existisse ciúme certamente não haveria sentimento.
O ciúme é indireta e diretamente
uma prova de que gostamos mesmo.

É um pacote.
Ganhamos alguém para desabafar, carinho, sexo fixo, etc;
e com tudo isso vem o ciúme, a desconfiança, a neurose.
Sempre vêm o negativo junto com o positivo.
E não é qualquer crise que vai acabar com um namoro,
mas confesso a vocês que ás vezes dá vontade de sumir,
mas logo tudo passa e agimos como se nada tivesse acontecido.

Mostrando mais uma vez a importância da compreensão.
Nunca pensei que eu O Narrador pudesse
ter um compreensão tão flexível assim.
Não sei se isso é um ponto a favor ou não,
mas qualquer pedra por mais pequenina que seja
pode derrubar tudo que já foi construído.

São nas pequenas coisas que nos entregamos,
e de uma hora para outra tudo pode mudar,
nunca se sabe o que está por vir.
Por mais que eu queira, acho que não vou conseguir me
livrar dessa Personagem tão cedo.

Mesmo ela insistindo em atirar pedras no grande altar
já construído por nós, depois que estamos com alguém
é muito difícil desfazer esse vínculo,
quando existe realmente algo forte
e não entendido envolvendo Eu e Ela.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Dei ' voz ' para Ela

Resolvi dar voz á minha personagem.
Agora ela fala por aqui, sozinha, sem intermédio meu.
Eu continuarei a falar dela, afinal a estória não pode parar.
Só que agora tudo se mistura,
pois ela pode continuar escrevendo o capítulo,
escrever e deixar em anexo, postar fotos e vídeos, do gosto dela.

Mas como eu tenho o domínio total,
tudo que ela postar passará por mim;
Se eu não gostar eu excluo, simples assim.

E á propósito,
ultimamente ela não tem se comportado muito bem:
mentindo pra falar com quem não deve;
dando confiança a abutres, e afins.

A estréia da Personagem

A Personagem, ou seja, eu, ganho vida nessa estória, onde contarei a minha versão dos fatos, dos acontecimentos, tudo que ocorre entre nós, a Personagem e o Narrador.
Agora participando ativamente aqui, compartilhando uns sentidos meus relacionados à ele, mas aos meus olhos, ao meu ver.

Antes, apenas ele tinha sua versão, sem que eu pudesse me defender, desabafar aqui. Então resolvemos que já era hora a minha de participar , para ter os dois lados, as duas opniões dessa relação cheia de conflitos e de momentos maravilhosos.

Espero que minha participação, faça com que todos enxerguem essa estória de uma maneira diferente, para que não tenha injustiças e que cada um possa se expressar da maneira que achar melhor.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Num passado não tão distante

...fico por aqui sem saber o que fazer,
esperando te ver entrar, para conversar,
e me nutrir de ti, já que estou sentindo sua falta.
meu estômago remói, não entendo porque,
se só estou a algumas horas sem me comunicar contigo.
Fazes parte de mim, e não sais daqui,
adentrasse profundamente ao
mais íntimo de mim, agora será difícil de sair.
Não sei o que eu faço, estou quase explodindo
emoções por todos os lados...
Será que demoras?
Ai que bela é essa sensação de constância barco vikence.
-Estou fudido.
Porque quando não estou perto de ti,
sinto uma parte minha faltando, e pulsando fortemente,
não deixando eu me concentrar em nada.
Por isso escrevo algo pra ti ler, pra me aliviar.
ai menininha, que coisa né...
Conquistou agora aguenta!
beijos
e cheiros regados á mordidas.

terça-feira, 6 de julho de 2010

O que que custa?

Relato XVII
De bom grado

Poxa, não entendo porque é tão difícil entender como eu quero que me trate...
Já disse que gosto de carinho, demonstrações de afeto todo o tempo possível.
Ainda mais quando nos falamos online.
Um 'amor' aqui uma 'paixão' ali não custa nada escrever.
Gosto de provas de amor virtuais.
Um poema aqui uma frase forte ali,
também não custa nada enviar por e-mail, ou por mensagens instantâneas.
Demonstrações efetivas de sentimentos são
de extrema importância, é necessário deixar bem claro
todos os dias a grandeza de um sentimento,
mas nada em excesso, pois tudo que é em excesso faz mal.
Gosto que usem os adjetivos fofinhos, os substantivos amorosos,
de ser lembrado como a outra metade de alguém.

Conversar comigo normal, como qualquer outra conversa,
não rola, ainda mais se tratando de minha namorada.
Tem que me tratar como um namorado,
fazendo juras de amor, e o mais importante:

ME CONQUISTAR TODO DIA COMO SE FOSSE A PRIMEIRA VEZ.(2)

OBS: Eu falo palavras doces, chamo de amor,
digo que amo sempre de uma maneira boba,
o que que custa fazer o mesmo?

TPM

Relato XVI
Tocou, Perguntou, Morreu

Certamente a a tensão pré menstrual é um problema-perigo-constante.
Temos que ter cuidado com tudo que falamos
e fazemos, para com a nossa amada.
Afinal qualquer coisinha ela pode dar um ataque
e acabar brigando conosco, nesse caso, comigo.
Mas a briga nem é tanto o principal problema.
Para mim a destratamento impulsivo
e sem pensar para com a minha pessoa, é o mais grave.
Não tenho culpa se ela está na TPM,
não preciso ser tratado mal e com descaso, por isso.
É, eu preciso de carinho, gosto de palavras doces
e que me tratem com ternura.
Mas conversar comigo de cara amarrada,
dando qualquer resposta que vem a cabeça,
sem pensar nas possíveis interpretações que eu possa vir a ter,
não é de bom grado.
Me faz mal, parece que não sou importante, que não sou amado;

Conheço a tua falta de jeito carinhoso,
mas o excesso de grosseria e desdém me repudia e afasta.

Por isso cuidado,
Com o que você fala, como fala e pra quem fala.

Gosto de ser conquistado todo dia como se fosse a primeira vez.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Motivos pra EU voltar com ela, 12/02/10

1º Porque eu não gosto de tomar banho,
e tu sempre me manda tomar.

2º Porque tu não vai ter outra pessoa pra
bater sem reclamar, que nem eu.

3º Porque eu sou a única pessoa que apesar
de não gostar de comer aquelas gororóbas, come só porque tu pede.

4º Porque se tu não estiver comigo,
não vai ter ninguém pra reclamar quando tu usar maconha.

5º Porque se tu não estiver comigo,
não vai ter ninguém mais pra ti deixar hematomas sem reclamar.

6º Porque tu tirou minha virgindade
e agora eu quero e gosto de fazer sexo só contigo.

7º Porque eu sou a única pessoa que tu diz que
beija mal na cara e não fico chateada.

8º Porque eu ainda tenho medo da tua mãe e tu disse
que ia me apresentar ela, e até agora nada.

9º Porque eu toda semana fico sozinha em casa
e eu gosto quando tu vem ficar aqui comigo.

10º Porque eu ainda não ti vi com o terninho
igual o da Lili Rush do Arquivo Morto.

11º Porque teu nome tá gravado na porta do meu quarto.

12º Porque a gente não fez sexo no porão
aqui de casa ainda, e tu disse que queria.

13º Porque graças a mim tu conheceu o Pitico,

o Seu João e o Seu Alfredo.

14º Porque tu me ensinou que não se escreve 'PREOCULPAR' e sim 'PREOCUPAR'
Obs: e olha que isso me ajudou muito.

15º Porque mesmo assim eu vou pedir pra mãe te ligar pra vir aqui em casa,
e depois se tu me perguntar se fui eu que mandei, eu vou negar tudo.

16º Porque tu não fosse no sitio do Pedro comigo ainda,
ver as vaquinhas, os perus, e as galinhas..

17º Porque eu quero continuar vendo South Park
e tu é a unica pessoa que pode me ajudar nisso.

18º Porque meus pais te consideram pra caramba,
apesar de pessoas tentarem mudar isso, sem sucesso é claro!

19º Porque eu to com teus livros e Cds e não vou te devolver, talvez né!

20º Porque ninguém mais vai deixar tu lamber o suvaco além de mim.

21º Porque ninguém vai te apoiar tanto na hora de fazer cocÔ que nem eu.

22º Porque eu já deixo tu mexer na minha franja, e isso realmente importa!

23º Porque tu foi a unica pessoa que foi ver meus jogos na oliwalter de importante,
isso significou muito pra mim, minha familia não se importa com essas coisas.

24º Porque a gente combinou de ir pra Inglaterra juntos um dia.

25º Porque eu nem te ensinei a falar espanhol ainda.

26º Porque tu vai sentir falta de morder meu dedo até fazer eu chorar,
quando eu enfiar ele na tua boca quando tu tiver bocejando.

27º Porque não vai ter ninguém pra depilar a
tua perna com tanto entusiasmo como eu.

28º Porque tu não vai ter ninguém pra corrigir
tanto quando falar errado como eu.

29º Porque até hoje eu tenho cicatrizes dos
arranhões que tu deixou nas minhas costas.

30º Porque o Puguento e o Fofo vão sentir tua falta aqui em casa.

31º Porque não tem ninguém que goste tanto das tuas balinhas quanto eu.

32º Porque apesar de tudo eu sempre acabo fazendo tuas vontades,
e olha que eu gosto!

33º Porque graças a mim tu viu Californication.

34º Porque eu tenho uma foto da tua bunda hahá

35º Porque tu vai sentir falta dos meus ataques de choro,
principalmente na Webcan.

36º Porque se tu não estiver comigo tu nunca mais vai comer a comida da mãe.

37º Porque tu passou o meu aniversário comigo e eu quero passar o teu contigo.

38º Porque eu tenho dificuldade no colégio, e eu adoro quando tu tenta me ajudar.

39º Porque tu prometeu me levar um dia pra conhecer a Unisul.

40º Porque eu sou sincera, até demais, nunca menti pra ti,
e tudo que eu escrevi atá aqui é verdade.

41º Ah porque eu sou a unica pessoa que tropeça num ventilador no mundo inteiro,
e se tu não estiver comigo tu nunca mais vai ver essa proesa.

42º Porque eu sou gostosinha.

43º Porque temos que experimentar novas flores, acho que só comemos rosas!

44º Porque tu disse que tinha que me dar umas blusinhas e até agora nada.

45º Porque tu nunca mais vai ver eu cantar, e tu disse que gostava.

46º Porque tu não conheceu o resto da minha familia, da parte da mãe.

47º Porque eu ainda não sou muito experiente em vomitar.

48º Porque quase 6 meses não se joga no lixo assim.

49º Porque apesar de tantas discussões e afins, temos que lembrar dos pequenos instantes
que passamos juntas e foram bastantes, apesar de tu não reconhecer isso.

50º Porque eu gosto de ti e sei que ai bem no fundinho
tu também senti alguma coisa, por menor que seja.

Isso tudo porque eu terminei com ela. E ela queria voltar.
Mas é claro que voltei, não pude desperdiçar um amor assim.
Me afastei, e só então entendi que era amor.

Retalhos Musicais: Parte 1

1-...Eu quero você como eu quero...

2-...sinto sua falta, não posso esperar tanto tempo assim...

3-...Onde está você agora?...

4-... se você quizer alguém pra ser só seu,
é só não se esquecer: estarei aqui!...

5-... Gostei do jeito como eu rolo com você...

6-...me abraça e me beija, me chama de meu amor...

7-... te ver e não te querer, é improvável, é impossível...

8-... eu não consigo um minuto sem te ver,
sua presença alegra meu coração...

9-... eu sigo seus passou, á caminho do meu coração...

10-... se eu não posso ter, eu fico imaginando...

11-... você pra mim é tudo, minha estrela, meu céu, meu mar...

12-... e eu nem sei em que hora dizer, me dá um medo...

13-... te levo pra festa e testo teu sexo, com ar de professor...

14-... eu te imagino eu te conserto, eu faço a cena que eu quizer...

15-...eu não quero dizer isso, mas o mundo é maior que o teu quarto...

16-... E o corpo inteiro como um furacão...
Boca, nuca, mão e a tua mente não...

17-...Não digo que não me surpreendi.
Antes que eu visse, você disse e eu não pude acreditar...

18-...Diga que você me quer porque eu te quero também...

19-... mas é minha,só minha e não de quem quizer...

20-... será que ela evolui? e se ela evoluir será que isso me inclui?...

21-... eu acertei o pulo quando te encontrei...
você acertou o pulo quando me encontrou...

22-... você é o segredo que eu vou desvendar...

23-... complicação tão fácil de entender...

24-... saber que tenho você, me faz continuar...

25-... agora que estou bem, tão pouca coisa me interessa...

26-... se você está ao meu lado eu só ando devagar,
esqueço até de tudo, não vejo o tempo passar...

27-... Deixa eu te levar então, pra onde eu sei que a gente vai brilhar...

28-... hoje eu sonhei e acordei pensando nela...

29-... estou pegando é que ela mora muito longe,
bem que a minha mãe avisou, bem que a minha mãe avisou...

30-... será que ela, ainda está muito zangada comigo? que pena!...

31-... na queda ou na ascensão, ela é a paz da minha guerra...

32-...Será que ela não sabe que eu fico acordado. Pensando nela todo dia, toda hora...
33-...Será que quando, eu fico acordado, Pensando nela, ela pensa um pouco em mim?

34-...Saber amar, é Saber deixar alguém te amar...

35-...me queira bem, durma bem, meu amor...

36-...aonde quer que eu vá, levo você num olhar...

37-...nem tão longe que eu não possa ver, nem tão perto que eu possa tocar...

38-...é tudo para sempre, mas só por enquanto...

39-...Ela é só uma menina, E eu pagando pelos erros, Que eu nem sei se cometi...

40-... sem querer eu conquistei o amor dela pra mim...

41-...não tenho mais pressa, bato o pé e grito: quero você! garota encantada...

42-...Ver você dormindo e sorrindo, É tudo que eu quero pra mim...

43-...Eu tive que ir embora mesmo querendo ficar...

44-... quando um certo alguém, desperta um sentimento, é melhor não resistir e se entregar...

45-...linda como ninguém, que sexo faz? faz sexo bem/gay...

46-...amor eu te proibo de não me querer...

47-...eu acho que eu gosto mesmo de você, bem do jeito que você é...

48-... desejaria todo dia, a mesma mulher...

49-... seu desejo é meu início, e eu estou tão perto agora eu sei...

50-...por você vou roubar os anéis de Saturno...

50 pedaços de música, que me lembram ela,
ou que definem coisas que eu sinto por ela.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Sinto e Quero

Relato II
Amor de certeza
sinto que tenho que te amar,
não como uma obrigação,
mas porque tenho mesmo,
porque é o que eu sinto,
é o que eu quero e necessito.
O que necessitamos!
Mas também quero me sentir amada,
e ter todas as atenções pra mim,
todos os pensamentos,
e todas as razões das mudanças de humor.
Quero ser seu colo predileto, se abraço predileto.
Quero que seu cheiro penetre em mim para não sair mais.
É, aquele cheiro bom,
de criancinha que acabou de tomar banho,
aquele cheiro de criança pequena, pura,
porque pros meus olhos e pro meu coração é assim.
Quero também aquele seu olhar doce, de gente apaixonada,
com cor de caramelo, a cor dos olhos de minha mãe.
A cor mais bela que eu já vi, e com pinguinhos pretos para completar...
É o que eu sinto e o que eu quero,
e tenho direito. E é meu, tudo meu!
Não quero dividir seu cheiro,
e nem a cor de seus olhos caramelos com pingos pretos...
Vou te valorizar, mas do que qualquer outra,
te louvar, te admirar...
Me maravilhar com a tua beleza,
mesmo quando mal dormida,
ou quando se sentires acabado e cansado.
Ainda assim serás eternamente lindo para mim!
Porque eu te amo, mesmo dizendo no meio da noite só pra te interromper,
para que não saibas o que eu penso,
para que não saibas que penso em ti...
E assim digo, com medo, mas digo,
porque sinto e quero que sintas também.

Assumindo o amor

Relato XV
Amantes assumidos

Chegamos a inevitável conclusão que nos amamos.
Ela, a personagem, e eu, o narrador.
Ahh.
Todos os leitores já deveriam saber disso, mas para nós,
não é, e nem foi fácil chegar a essa conclusão.
Como concluímos?
Através de uma série de fatores como:

cumplicidade, as risadas sem motivos,
a pureza dela, a minha retenção de vícios,
a satisfação sexual de ambas as partes,
a troca de segredos, a intimidade revelada,
a liberdade para dizer qualquer coisa
desde a mais nojenta até a mais doce,
a convivência, as borboletas no estômago,
a completude espírito-físico-cósmica-humanóide-intraterrina-espacial.

Essas e outras cousas inexplicáveis
ajudam ao nosso encontro de almas,
físicas em essência.

Ficamos por falar menos e sentir mais.

...O amor é mesmo estranho,
ah, eu amo, eu amo...

Touro Não! Escorpião.


E eu, incrédulo, me inebriava com o rabo de um escorpião,
achando que era a cabeça de um touro.

Meu bem você me dá...

Me queira bem, durma bem, meu amor.

I'm feeling you



Breve tradução:

Às vezes, eu imagino o mundo sem você
Mas na maioria das vezes,
estou simplesmente tão feliz por ter te encontrado
É uma teia complicada, que você tece dentro da minha cabeça
Tanto prazer com tanta dor
Espero que nós sempre, sempre sejamos assim

Eu estou sentindo o jeito com que você atravessa minha mente
E você me salva na hora exata
Estou passeando nos 'altos', estou cavando os 'baixos'
Porque pelo menos eu me sinto viva
Eu nunca tive tantos dias sentimentais
Mas minha vida é boa
Eu estou sentindo você
Eu estou sentindo você

Você vai, e então eu posso finalmente respirar
Porque, baby, eu sei, no fim você nunca está indo embora
Bem, nós raramente estamos sãos,
eu te levo à loucura e você faz o mesmo
Mas seu fogo preenche minha alma
E isso me aquece de um jeito que ninguém mais sabe fazer

Oh, estou sentindo o jeito com que você atravessa minha mente
E o jeito com que você me salva na hora exata
Oh, estou sentindo o jeito com que você passa por perto
Eu me sinto leve, eu sinto amor, eu sinto um frio na barriga

terça-feira, 15 de junho de 2010

Se precisares...

Estou aqui para o que precisares, Meu Amor:

se precisar medir a temperatura do sol,
sequestrar alguma estrela reluzente,
colar um chiclete em baixo da mesa da santa ceia,
sair correndo gritando,
sentir o cheiro das cores,
gozar a noite toda,
saber o sentido da vida,
orquestrar as imagens feito sinfonia,
manter a lua em cativeiro,
vomitar,
fugir desse mundo,
sossegar a perequita,
tirar a roupa,
lavar as costas,
bons beijos,
abraços apertados,
apanhar,
se fazer de doente,
uma companhia chata e quadrada,
novos filmes,
uma cobaia,
bater em alguém,
fazer um trabalho,
roubar laranjas,
pintar um arco-íris,
comer um smurf,
dançar na chuva,
ficar invisível,
brincar de ciranda,
andar em círculos,
'brincar de médico',
caçar o jantar,
dar nome aos bois,
invadir uma casa,
ter ataques de risos,
encher a cara e o corpo,

Conte sempre comigo,
faça chuva ou faça sol...

Sou todo seu, Nu e Cru, e na posição que quiseres.
Por favor me use, no sentido gostoso da coisa.

Rimos

O sol nasce quadrado,
azul como um tomate,
eu que te amo tanto
porque tu roubou minha bicicleta?

10 coisas que eu adeio em você

"Odeio o modo como fala comigo
E como não corta o cabelo
Odeio como dirigi o minha bicicleta
E odeio seu desmazelo
Odeio seus all stares que não são os originais
E como consegue ler minha mente
Eu odeio tanto isso em você
Que até me sinto doente
Odeio como está quase sempre certo
E odeio quando você mente
Odeio quando me faz rir muito
Mais quando me faz chorar...
Odeio quando não está por perto
E o fato de não me ligar
Mas eu odeio principalmente
Não conseguir te odiar
Nem um pouco
Nem mesmo por um segundo
Nem mesmo só por te odiar"

PS: Do filme 10 coisas que eu odeio em você,
e com adaptações minhas em vermelho,
o resto segue como o original.

Rimando ( A,B,B,A )

____
Noite fria em abraços aquecidos,
cor contagiante,
vinho alucinante
surgindo libidos
____
Sentidos despertados
corpo a corpo, loucura.
o gozo como cura
todos, até os embriagados.
____
Unidos feito um ser
depois do ato
aliviaram-se, fato.
Dormiram para aproximar a amanhecer.
____

quinta-feira, 10 de junho de 2010

A explicação

Relato I
Retratamento

É que te ver desse jeito, fraco,
me faz enfraquecer aqui também e me faz
perder a coragem para enfrentar isso.
Eu fico sem saber o que fazer.
Preciso de ti como antes,
preciso que me diga o que fazer,
não posso, não devo, não consigo ficar de braços cruzados
e te ver afundando na tristeza
ou em outra coisa qualquer, a tristeza é a treva,
e dela surgi o ódio, e dele surge a ignorância,
e dela surge o arrependimento.

Se tu não sabe o que fazer, imagina eu!
Eu que estou aqui por fora das coisas,
longe de tudo o que tá acontecendo ai.
Fico presa, não consigo me mover,
não consigo pensar direito.
Temos que saber o que está acontecendo,
e não adianta me dizer que tenho que te deixar,
esquecer teus problemas, não me preocupar e tudo isso.
Me preocupo sim, tento não me preocupar, mas é inevitável
fazer alguma coisa pra melhorar isso

não consigo te ver assim sem saber o motivo,
não consigo mesmo.
Até porque eu que quero tanto te ajudar não posso,
não sei.

Agora eu não sei mais, não sei mesmo.
Queria passar ai e te pegar pra gente sumir por ai,
ver coisas diferentes, rir um pouco, conversar,
deitar na grama, comer alguma coisa, andar de bicicleta,
pegar uma chuvarada, ver um arco íris,
brincar de pular corda, amarelinha,
pião, polícia e ladrão....sei lá.
Fazer coisas de crianças,
ou qualquer outra coisa mesmo...

mas não sei
agora vou ficar ruim aqui também
:/
bah que chato essas coisas
sei lá

não sei mais o que dizer aqui
espero que fique bem e
que volte com a mesma força de antes,
ou até melhor que antes...
Beijos..<3

O desdém dela

Relato XIV
Me tratando assim, só tens a perder.

Hoje ela foi bem grossa comigo.
Nem me deu muita atenção,
nem conversou nada de carinhoso, nenhuma palavra doce.

É, realmente é de se preocupar.

Ela disse que ia 'sair'.
E eu perguntei onde ela ia.
Achando que ela ia em algum lugar.
Ela só disse que ia deitar, estudar, ver TV.
Mas poxa, precisa dizer que vai sair?
É nesses pequenos detalhes que
descobrimos que alguma coisa não está bem.

E não adianta se defender,
e dizer que estava sendo normal,
porque não estava!
Eu conheço, e sinto quando está tudo bem.
Pois estamos conectados.

Não sei o que fazer.
Eu não estou bem, e acho que vou sumir,
me jogar de uma ponte os algo do gênero.

Não vou mais incomodar ela com minhas coisas.
Não tenho importância pra ela.
Sou apenas um mero narrador que insiste em algo que não existe.

Se ela ler isso vai entender tudo errado.
Como sempre.
Mas as interpretações são livres para todos.

Estou com o coração ferido.
Ela me feriu.
Embora ela não tenha notado,
mas ela me machucou sim.
Meu coração está cheio de remendos,
muitos dela, por causa dela.

Acho que o silêncio diz muito.
Ficarei com ele.

Estresse repentino

Relato XIII
Tudo ao mesmo tempo agora

Todo fim de semestre é a mesma coisa:
correria, estresse, prazos a cumprir...
Queria que o mundo parasse pra mim descer.
Sumir, me esconder, cavar um buraco e me enterrar,
ficar em baixo da cama...
Como um narrador estressado,
não estou fluindo muito bem ultimamente.

Ela que o diga.
Nunca mas a tratei bem.
Só com patada e respostas curtas e objetivas.
Num ato sexual possuído até a machuquei.
Não sei quando isso vai passar,
essa nuvem negra que aterrizou em minh'alma.
Quando o sol voltará raiar por aqui?
Em breve, esperamos.

Mas ela não se esqueça que ela é de minha posse,
e por mais que eu esteja mau,
e a trate com desdém, eu ainda a amo,
e quero viver um bom tempo ao lado dela.
Ela menina mulher minha personagem.

Ela tem que ser forte o suficiente para me erguer quando eu cair,
e me dar um basta quando achar devido.
Tem que me tratar bem, e não ligar pras possíveis
atrocidades faladas por mim,
este solitário narrador,
que só tem a ela de companhia para viva.

E não se esqueça:
Sou seu maestro, seu Frankeinstein
Sou seu boneco, eu sou seu neném
Seu mascarado, sou seu Romeu
(Créditos pra Adriana)

Confiança se adquire com o tempo

Relato XII
Procurando não achar

Não acredito! Isso é um fato.
Não acredito na minha personagem,
acho que ela me engana, sempre.
Sinceridade demais é de se estranhar.

Na verdade não acredito no mundo que me cerca.
Duvido das pessoas, dos animais, das músicas, dos sentidos.
Tudo me confunde a cabeça.
Assim sendo, sempre me equivoco e desconto nela,
até porque ela é que a principal
vítima ou culpada do meu 'desacreditamento'.

Não sei da onde veio e porque não consigo mais acreditar.
Mas eu tento.
Agora vou mostrar pra ela que eu acredito,
ela vai até estranhar a minha crença repentina.
Mas vai ser fato.

Vou acreditar, mesmo me doendo por dentro,
mesmo me arrebentando as entranhas,
mesmo se for mentira,
mesmo se o mundo acabar,
mesmo se eu não for eu,
mesmo se ela cair em tentação,
mesmo eu ficando imonado e quieto.

Porque apesar de tudo, eu a criei.
Ela existe aqui, por mim.
Meu personagem não pode me trair,
pois eu posso acabar com ele do mesmo jeito que o comecei.

Pense nisso meu caro ser
criado a partir de todo o meu amor.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Dia dos namorados

Relato XI
Planos íntimos

Mas um dia de namorados se aproxima,
as lojas já começaram suas campanhas,
querem sempre vender mais e mais.

E eu?
E minha personagem?
E o nosso namoro?
Namoro esse que passou a existir depois
de alguns meses de relacionamento.
Agora fiz ela ter olhos só pra mim e eu ter olhos só pra ela.
Mas o que fazer?
Onde passar?
O que desejar?

Nunca pensei em passar o valentine's days com alguém, acompanhado.
Demorou muito tempo para cair a ficha
e me render a mais uma data inventada
pela mídia para o consumos desnecessário de produtos.

O fato é que não precisamos de uma data para
trocar presentes com quem amamos, e muito menos
para fazer um programa diferente.

Como posso inventar estórias, vou descrever o que eu faria
se eu pudesse e tivesse condições
físicas, motoras, temporais e financeiras...

...A lua ia estar crencendo, assim como nosso sentimento,
a noite fria, clima outonesco,
todas as estrelas iriam estar refletindo em nossas almas,
eu iria buscá-la com uma carruagem estilo europeu,
guiada por um criado. Iria te mandar um belo casaco de pele,
para que vestisse nessa incrível noite.
Jantaríamos em uma casa de campo,
alugada especialmente para nós,
beberíamos vinho frente a lareira,
ouviríamos o melhor das músicas já inventadas,
provaríamos o sexo um do outro
como jamais já tivéssemos feito antes.
Dormiríamos nus a frente da lareira
mantida com fogo ardente...

E por aí vai.
Uma breve descrição, claro que não seria só isso, teria muito mais.
Mas enfim, acho que na realidade,
vamos comer uma pizza, tomar um vinho branco, rir,
conversar besteira, e depois dormir na casa dela.
Se rolar sexo será em silêncio porque todos de sua família estarão em casa.

Tratando ela "mal"

Relato X
Carinhos doídos

Nunca parei pra pensar o porque do meu tratamento maléfico para com ela.
Mas ela me fez notar que eu trato ela mal.
Mas o meu tratar mal é de um querer bem,
eu a quero tão bem que preciso ficar lhe batendo,
mordendo, puxando seu cabelo, arranhando,
dando socos, falando grosseria irônicas,
verdades disfarçadas, dando tapinhas e afins.

Nossa, você deve estar achando que eu sou um péssima pessoa,
mas na verdade a adoro tanto que preciso judiar dela.
Como aquelas crianças pequenas que de tanto
acharmos bonitinhas e fofinhas, queremos esmagar até o fim.
Mas eu não a trato sempre mal.
Faço muito carinho, dou beijinhos, cheirinhos.
Mas ela fica brava comigo ás vezes.
Eu consigo notar seu afastamento bravo momentâneo.
Mas nunca me senti tão livre para tratar alguém como eu quisesse,
nunca tive um alguém só pra mim,
alguém que me fizesse sentir solto e sem vergonha.
Alguém que me deixasse muito enraivecido
e logo depois me confortar com carinhos quentes.

Sou um narrador com um gênio muito ruim,
e criei uma personagem com um gênio pior ainda...
O que fazer agora?
Como eu tenho o poder da palavra,
e sei exatamente como será o final dessa estória,
que não está nem perto de acabar, deixo vocês,
caros leitores, livres para me definirem como mostro ou anjo.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Bored


Me deixaste triste Amor.

Inconformismo

Relato IX

Estou inconformada. Quero ver o que será feito para mim melhorar.
Ela com certeza me falará algumas palavras
e eu vou engolir tudo, como sempre.
E fingir que nada a conteceu.
Só aviso que sou ruím, e terei a minha vez de descobrar.
Mas não sei como tu não quiz me ver...
Ainda não entendi, mesmo.
Mas agora, só queria te bater, te jogar pra cima, e te fazer gritar.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O sono e não eu.

Relato VIII

Três dias que não a vejo.
Liguei pra ela para combinar um encontro rápido,
só para dar um cheiro, mas ela estava dormindo,
chegou supostamente cansada e estava na cama.
Não quiz vim me ver.
Porque se quizesse viria, daria um jeito,
quando queremos sempre conseguimos.
Disse que não ia poder vir. A preguiça tomou conta.
Poxa... Vim de bicicleta, rapidinho, nem ia custar nada.

Mas tudo bem.
Fiquei meio cabisbaixa, com essa escolha dela.
Agora nem sei o que pensar.
O que fazer quando ela escolhe a cama e não você?
Não tenho a mínima.

E nem vou mais escrever.
Não consigo.

quinta-feira, 20 de maio de 2010

A aguniação do narrador

Relato VII
(Onde está você agora?)

Hoje ela entrou no msn para
me dizer que não ia ficar conectada, teclando comigo.

Ela disse que estava enjoada do pc,
e quis se dar uma folguinha dessa máquina que aqui escrevo.

Eu não me importei, pois ela acorda cedo para os estudos,
dorme tarde, e tem poucas horas de sono por dia.

Ela pra ela descansar, e oniricar o quanto achasse devido,
já que não tinha mais afazeres domésticos para fazer.

Mas confesso aos leitores, que a pulga atrás da orelha começou a incomodar,
quando, no fim da tarde, tentei ligar para ela para dizer que eu estava pensando nela,
escutar sua voz e falar uns algos bobos, coisa de gente apaixonada...
E adivinhem?
O seu telemóvel estava desligado ou fora da área de cobertura.
Fiquei com o coração na mão, e a primeira coisa que me veio á cabeça foi: 'traição'.
Todos os tipos de traição apareceram involuntariamente na minha cabeça...
Num segundo momento pensei (agora tomada pela razão):
"Poxa, é minha companheira e eu não confio nela?"

Tenho que acreditar nela, confiar em suas falas e ações,
afinal não somos mais crianças (apesar das idades).
Tudo que fizemos volta pra nós, indiretamente mas volta.
Vou deixá-la livre em meus pensamentos
para que voe para os ápices mais longiquos desejados.

Eu confio em mim, nunca farei nada que não acho certo.
Mas a palavra traição é tão forte que me mete medo.
Mas é um risco que corremos, a cada minuto de tempo gasto, querendo ou não.

Não podemos esquecer que nunca saberíamos se não tentássemos.
E uma relação em construção á oito meses,
não pode ser jogada fora assim de uma hora pra outra.
Os sentimentos estão cada vez mais concretos.

Sendo assim, não importa (mesmo importando) onde esteve,
com quem esteve, o que fez,
o essencial é onde vais estar(céu), com quem vais estar(eu),
e o que vais estar fazendo (a combinar).

Resgatando Borboletinhas


De vestidinhos


Hearts


quarta-feira, 19 de maio de 2010

Perto de completar

Sempre que queremos estar perto de alguém, fazemos de tudo:
Perdemos brincos, pegamos carona, esquecemos beijos alheios,
mudamos o rumo, ficamos em casa,
não dividimos a tristeza, descascamos abacaxis,
de quase de tudo, fizemos um pouco...
-... chega num fim?
-Sempre!
-Mas não agora, nem aqui, nem nada; nem tudo.
-O tudo do algo me engana e convence,
por isso tenho que ter o algo do tudo,
para me completar...

... a completude é suficiente em diversos pontos
distintos e nunca pensados antes...
Sempre desviantes...
Focando o desviar desejado.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Num barro não tão branco

Relato VI
( 05/12/2009, Procurando fui achado )

Ao chegar numa festa de igreja, me deparo com um formigueiro humano.
Quase impossível encontrar alguém, que quer muito se ver.(Ela)
Resolvo andar para ver se alguém que eu tanto procurava me via,
já que eu não enxergava nada,
tudo se embaralhava, distorcia.
Muita gente desenterrada, cada ser que eu nunca mais tinha visto,
me assustava ao andar, pensando em quem será a
próxima aberração ou morto vivo que eu podia encontrar.
Enfim, adentrei num galpão gigante, fui me ver refletido,
para ver se eu me assustava, ou podia assustar alguém.
Tudo certo, meu rosto era o mesmo meu rosto,
só que com algumas modificações, assusta-se quem quiser.

Apesar de eu não ver muito bem, eu procurava, conotava procura.
Ao chegar na porta do galpão, olho a hora: 23:03hs
("Somando" dá 5, que dá 8, que deitado é o infinito),
no mesmo instante eu penso:
- Quanto tempo será que vou demorar para encontrar ela?
Era um jogo, participávamos dele, sem comunicação, só instintivamente.

Saiu da porta e vou rumo ao contorno da igreja.
Passos acelerados, olhar fixo, reto, concentrado.
Quando dobro a primeira curva para o possível contorno,
eis que surge ela ao meu lado,
me acompanhando no caminhar ávido,
fala qualquer coisa ao meu ouvido,
levo um grande e maravilhoso susto.
Eu estava sendo observado, andei no meio das pessoas
para encontrar ela, e sou encontrado,
belamente encontrado.
Parecia uma sombra me seguindo.

Olho a hora novamente para ver quanto tempo
se passou até que eu fosse encontrado.
23:03 hs ("Somando" dá 5, que dá 8, que deitado é o infinito),
ainda, de novo e mais uma vez.
Não demorou nem um minuto. Medo.
Definitivamente a força do pensamento é extraordinária.

Como se eu fosse um curinga andante invísívil para o desinteressante,
aparecendo só para outros curingas observantes que ali estavam.
Desprevenido fui encontrado, não sabia se estava felicitado
por ser encontrado ou por ter sido abordado daquele jeito tão sublime.

Insônia Deliciante

Tentando dormir ao lado dela
Insônia?
Sempre aqui!
No escuro, palavras vibrantes
Sons por entre o ar.
Vontade inquietante atormenta
Era só deitar e apagar,
Agora deito e acendo.
Mais do que em pé.

Parece que o escuro se movimenta, se distorce
Imagens se formam mesmo de olhos fechados, grudadas
Desenhantes nas pálpebras.

O vento acompanha com doses invisíveis
De sons inaudíveis o transcorrer do momento;
Não dormindo.

Ah olhos!
Como queria que vocês pesassem já.

O corpo imóvel, a respiração suave,
De bruços, fresca, não coberta.
pés para fora da cama, cabeça embaixo do travesseiro,
um leve cutucar com o braço;

A troca de posição é inevitável.

Agora coberta, um leve tecido de lado,
com os joelhos semi dobrados.

Cabeça pensante sonhadora em cima de um travesseiro
que mais parece uma montanha,
onde todos são levados para sonhar, ou se jogar,
para tornar o pescoço imóvel, um cabresto pescoçal,
para não olhar mais em várias direções, só a mesma,
o mesmo ângulo, o articulado por eles.

A música que era ouvida através de grandes chiaços
é finalizada brutalmente,
Como se incomodasse o sono dos justos,
aparentemente justos.

Só restou o barulho do fazedor de ventos,
Som até que suave e constante esse,
Não tão atrapalhante, até que acostumável.
E o vazio de uma constância barulhada de dentro da barriga,
Som conversante e acompanhador
de grilos e cigarras que festejam
o arejar molhado depois de uma leve chuva,
esta clássica,
Com sons e imagens celestes,
Sinais divinos para serem decodificados.

Como é gostoso ver outro ser dormir;
quando não se consegue fazer o mesmo;
Ele parece flutuar, estar em outra dimensão,
Calma, límpida, ás vezes movimentada.
Imóvel e em tantos lugares,
Tão, tão selene, docemente inerte,
Mas tão se mexendo,
Que os lugares que visita são incontáveis e atemporais.
Que vontade de pedir uma carona onírica,
Conhecer lugares não aqui, mas lá, além,
Lugares outros diversos existentes
nos universos andantes na qual nos socializamos.
Ir, e voltar quem sabe...

A luz é insistentemente apertada para existir
e iluminar o pequeno que aqui se escreve.

Um: “Tudo bem aí?”
É ressoado ao longe, muito relutante e demorado para acontecer.
E o retorno de bruço existe,
Tão perto, mas tão inalcançável.

As estações de rádio ambulantes na mente não param num ponto exato,
Misturam-se todas fazendo confusão.

Não entender faz parte no enigma
proposto pelos astros cintilantes e abrilhantados
que nos rodeiam sempre acima, seguidos de baixo,
Por aparentes inertes cansados de/por esperar.

Freqüências incolores espiraladas
Barulhantes celestes de ventos sentidos,
Espasmos momentâneos e calores congelados, brisados,
Fazem com que o final se antecipe,
Inesperado e acontecido,
Sem sono, e sem mais palavras.
Observação do narrador: Escrevi estas linhas numa noite em que tentava dormir ao lado dela, a descrevi dormindo, tão doce. Já faz algum tempo que essas palavras existem, mas quis compartilhar nessa página com todos os leitores, para que fiquem cientes dos milhares jeitos que eu tenho para descrever alguma sensação vivida. Não apareço muito como narrador nos versos acima, mas a narração existe só não sei em que pessoa, ou em que tempo. Inventei alguns neologismos para conseguir explicar como me sentia, ou os sentidos. Eu como narrador, me subdivido em muitos, e não sei porque, acho que é nato de minha personalidade mesmo.